Será um desafio constante em relação aos nossos piores sentimentos levando a correção, ao bom caratismo, ao desapego e ao altruísmo. Quem tiver resiliência fica.

Em vez de cataclismos como o dilúvio, era do gelo ou asteroides gigantes, que levaram à substituição de antigas espécies, o planeta Terra passa por um processo gradual de evolução, o qual conduzirá a humanidade da Era de Provas e Expiações à Era da Regeneração. Seu início efetivo está determinado para 2057.

É um período de agitação pelo mundo. A troca de polos magnéticos ocorre gradualmente. Testemunharemos grandes manifestações do clima e da natureza e muita ansiedade e alterações de humor nas pessoas. Desencarnes coletivos também serão mais frequentes. Mas a Nova Era trará positivas mudanças à nossa forma de viver, dentre elas:

O começo do declínio do egocentrismo

Aos poucos, a Terra deixa de ser um lugar onde nascem pessoas focadas apenas nos seus próprios interesses. Aqueles que não olham para o próximo com empatia serão levados para um planeta inferior. Este mundo será palco para a vida de pessoas do bem, interessadas no progresso da humanidade de forma sadia e dentro da correção da ética e da moral. As portas do planeta estarão abertas apenas para quem pensa e age tendo consciência da humanidade como um todo e não como uma mera extensão de um “eu-mundo” individual.

Escolha da profissão por paixão

Em vez de escolher uma profissão em função de riquezas, as pessoas atuarão visando  ser útil, construindo um melhor ambiente social e ajudando o próximo a resolver suas necessidades dentro daquele campo. O desapego sugere a clareza de que cada pessoa é uma peça de uma engrenagem muito maior chamada Terra, e para que o planeta funcione de forma divina é preciso que cada um cumpra sua função devida com excelência. Por isso, adeus aos médicos displicentes, aos advogados ambiciosos e aos políticos corruptos e a qualquer tipo de bandido. Em muito pouco tempo, eles não terão mais vez nesse mundo.

Nova Geração de pessoas do bem

Os homens maus desencarnarão até que o Planeta seja habitado apenas pelo bem. Essa geração nascida na Nova Era se distingue por desenvolver inteligência e razão precocemente, além do sentimento inato do bem e crenças espiritualistas, caracterizando-a com certo grau de adiantamento em relação a atual humanidade.  Acontecerá a expansão do inconsciente com o maior aproveitamento do nosso misterioso cérebro. Ficará claro que o prazer de fazer o bem é muito maior do que recebê-lo. O entendimento do universo será através do conhecimento lógico, mas os sentidos caberão à alma.

Realidade da alma e não da matéria.

Isso tudo leva a humanidade aos princípios conjunturais do espírito, tornando um planeta sensível ao próximo, como também, sensitivo aos mistérios do além e às questões etéreas da realidade do universo. Os valores materiais serão substituídos pelos valores que enriquecem a alma. As pessoas no novo tempo não mais se curvarão diante das necessidades supérfluas da antiga era como o dinheiro, o prazer e o poder.

Imperfeição ainda presente

Não será apenas de acertos a Nova Era da Regeneração. Apesar das almas mais evoluídas e dos importantes guias espirituais que serão encaminhadas à Terra, ainda haverá falhas e tropeços. Entretanto, os seres humanos estarão em uma busca constante de se tornarem melhores e elevar sua alma deixando o padrão de energia do nosso planeta mais leve. A humanidade ainda será imperfeita, mas com a diferença crucial de que todos estarão em busca do bem.

Será um desafio constante em relação aos nossos piores sentimentos levando a correção, ao bom caratismo, ao desapego e ao altruísmo. A divina providência vem para uma manifestação universal, onde os ministros de Deus e aos agentes de sua vontade têm por missão instruir e esclarecer aos homens para que o planeta seja a base da construção do paraíso de pureza que tanto almejamos. Portanto, muito ânimo e otimismo no coração pessoal, pois um futuro de paz nos espera… Amém!

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Luciano Cazz
"Luciano Cazz é comunicador social, ator, roteirista, estudante de psicanálise e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."" @inspirandoluz