A felicidade no mundo moderno | Provocações Filosóficas

0
800

 

Inline

A felicidade tem tomado varias formas ao longo da historia do homem, e vem sendo significada de diversas maneiras diferentes. No mundo moderno, tudo tende a se tornar uma mercadoria e a ideia atual de felicidade não foi por outro caminho.



As discussões sobre o que realmente é a felicidade nos dias hoje tem se tornado cada vez mais raras, mas no simples ato de ligar uma televisão, ler uma revista, ou ver um outdoor na rua, nos afogamos em formulas supostamente infalíveis para ser feliz.

Uma felicidade na forma de um carro novo, um corpo perfeito, e porque não na forma alguns livros que nos vendem ideias. Tudo ligado a diversas coisas que devemos comprar para alcançar a grande felicidade.

Isso ai, a palavra que define a felicidade moderna é comprar, e é muito pouco provável que você consiga ter o carro do ano, todo ano, ou ter aqueles corpos perfeitos e impossíveis, mas a ideia de comprar vai fazer seu cérebro entender que você esta fazendo alguma coisa, mesmo que ela não te leve a lugar nenhum.

A todo instante somos bombardeados com sugestões de como nos tornarmos felizes, suprimindo sempre o que realmente importa, que é o próprio individuo entender o que lhe faz feliz. Com as atribulações e responsabilidades do cotidiano, temos muito pouco tempo para pensar, pensar em nós mesmos, nos conhecer melhor.

Então é muito mais fácil receber algo pronto, uma ideia pronta, uma felicidade feita em fôrmas e vendida em grande escala. E talvez tudo isso seja feito de propósito,para manter as mentes ocupadas, para que elas não pensem no que realmente deveriam.

O sonho da casa nova, o sonho do carro novo, o sonho do corpo escultural. São sonhos realmente seus? Ou você viu em algum lugar? Já parou em algum momento do seu dia para se perguntar o que está fazendo e por que?

Pergunte-se então, o que me faz feliz? O que realmente me traria felicidade? E pense a respeito um pouco todos os dias e logo vai ver que boa parte das ideias que lhe foram vendidas eram mentira, e que por conta de isso, você se distanciou da pessoa que você verdadeiramente é, e das coisas que poderiam lhe trazer felicidade.

Tome controle das suas vontades e sonhos, crie intimidade consigo mesmo. Não que a vida se torne perfeita, nem que a felicidade seja plena, mas terá uma vida em contentamento consigo mesmo, e satisfeita com as escolhas que faz.

Nada mais satisfatório do que caminhar com as próprias pernas em um caminho escolhido por si próprio, mesmo com problemas e dificuldades, existe satisfação e vontade e continuar.

Mas não se engane, não existe felicidade plena e muito menos plenitude atribuída a bens materiais, o sonho de um carro novo morre ao coloca-lo na garagem. Nada mais é feito para durar, um mundo construído para não durar, com pessoas que estão vivendo cada vez mais.

Por isso, talvez  o melhor caminho para entender a tal felicidade seja investir em si mesmo, investir em sabedoria e entendimento do mundo, conhecer-se. Querendo ou não, vivemos com alguém dentro de nós, alguém que já não damos tanta atenção mas que talvez possa nos mostrar o que é realmente importante.

Não devo em nenhum momento dizer qual é o caminho para a felicidade, mas uma dica é ter propriedade sobre quem somos e o que queremos. E se depois de tudo isso você não se sentir feliz, talvez a felicidade não seja lá grande coisa então.