Imagem por: Divina Fortunato

Eu tenho uma teoria.

Nós temos sonhos, desejos e/ou objetivos. Porém, para conquistá-los, precisamos sair de nossas respectivas zonas de conforto e desbravar a nossa capacidade de realização.

Estive reparando esse processo em meu caso. Minhas metas só terão potencial de realizarem-se em um todo no momento em que eu tiver me vencido de várias maneiras em um nível pessoal. A concretização de meus sonhos está em paralelo com várias de minhas inseguranças.

Minha teoria, portanto, é a seguinte: esse desejo, essa paixão tão grande que mora dentro da gente existe como um meio de nós viajarmos por nós mesmos e evoluirmos no que for preciso. A realização é externa, mas os ganhos são, na realidade, internos.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Caroline Fortunato
Autora de "O Lado Real do Abstrato." Nascida com a maldição da Literatura ao mesmo tempo em que salva por ela.