Parece que a ideia de mundo perfeito é na verdade um mundo onde todos vivem paranoicos, não se pode dizer nada, nem tocar em ninguém. Um mundo no qual vivemos em alerta e desconfiando de todos. Esse é o resultado de acreditar que podemos resolver todos os problemas.

Luiz Felipe Pondé, possui graduação em Filosofia Pura pela Universidade de São Paulo (1990), mestrado em História da Filosofia Contemporânea pela Universidade de São Paulo (1993), DEA em Filosofia Contemporânea – Universite de Paris VIII (1995), doutorado em Filosofia Moderna pela Universidade de São Paulo (1997) e pós-doutorado (2000) em Epistemologia pela University of Tel Aviv.

Atualmente é professor assistente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, professor titular da Fundação Armando Álvares Penteado.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS