Aquele que responde sua mensagem no aplicativo com um “não posso falar agora”, provavelmente, é mais confiável do que quem finge que não viu.

Evidentemente, nem toda pessoa que opta por, nas configurações do WhatsApp, não deixar aparecerem os dois pontinhos azuis, indicadores de que a mensagem foi visualizada, é manipuladora, porém, obviamente, nenhuma delas quer que você saiba quando seu texto foi lido e algumas tiram, inclusive, até o horário da última conferida no aplicativo e se isentam completamente da responsabilidade do diálogo. E isso é uma questão de fato.

Algumas pessoas fazem isso por motivos positivos como, por exemplo, privacidade ou preocupação em não deixar o outro chateado, quando não lhe der uma resposta imediata. Então, disfarça que não leu e mais tarde lhe responde com alegria, sem que você pense que é desatenção ou falta de consideração. Chega a ser até um cuidado com os seus sentimentos. A pessoa ainda pode, simplesmente, estar ocupada, cansada ou até sem vontade de teclar naquele momento. Para evitar o desgaste do assunto, ela simplesmente faz de conta que não viu sua mensagem.

Por outro lado, existe quem se dá o trabalho de bloquear a indicação de visualização de uma mensagem para realmente se esconder. E se uma pessoa não quer ter os passos vistos por um amigo, alguma razão deve ter. E, independentemente de quais sejam os motivos, a intenção é claramente espiar suas mensagens sem ser detectada, e isso quer dizer muito sobre ela. Claro que isso não define falta de caráter, entretanto, pode ser o traço de uma pessoa extremamente manipuladora, que mente e joga com você o tempo todo. Seja por um prazo, compromisso ou até em relação a um sentimento. Para algumas dessas pessoas é mais esperto ou conveniente dizer “Não vi” do que encarar os fatos.

Pois é certo que pessoas de personalidade reta, não têm problema em mandar um “estou ocupado”. Ou responder mais tarde explicando a situação. Pessoas seguras de si são o que são e não devem nada a ninguém, muito menos explicações sobre o último horário que visualizaram suas próprias mensagens do WhatsApp. Quem é transparente responde na hora que quiser sem precisar se esconder em uma opção de privacidade do aplicativo que vela o que de fato acontece. Mostrar os dois tracinhos azuis é comportamento de quem assume seus atos, suas decisões, seus erros e que, simplesmente, não está a fim de falar, o que é de todo seu direito, uma vez que ninguém é obrigado a nada.

E uma pessoa que vê sua mensagem e mais tarde diz que não viu, por mais boa que ela seja, é uma pessoa que mente. Se alguém passa o dia inteiro no WhatsApp, mas não deixa disponível o horário de visualização para depois dizer que não teve tempo de conferir o telefone, tem caráter falho, sim, mesmo que ela seja um anjo.

Então, quando alguém lhe responder no WhatsApp sem que surjam para você os dois tracinhos azuis na mensagem que você enviou, abra o olho. Isso pode ser apenas a pontinha do iceberg da personalidade de alguém que é um falso amigo. Porque se dissimulam em uma coisa tão desnecessária, podem sentir-se impelido a enganar também em outras questões da vida, dos sentimentos, das parcerias e sociedades.

Mas não seja precipitado, analise outras atitudes e como a pessoa se comporta ao vivo ou em relação aos outros. E se você detectar que se trata de alguém que manipula, provavelmente de nada adiantará confrontá-la, pois, geralmente, tais pessoas, ficam raivosas quando desmascarados e podem lhe voltar com ofensas.

É preferível, então, ignorar ou bloqueá-las, para evitar uma decepção futura, afinal, é melhor se ferir com uma verdade do que ser confortado com uma mentira. Até porque, quem não deve não teme.

RECOMENDAMOS


Luciano Cazz
"Luciano Cazz é comunicador social, ator, roteirista, estudante de psicanálise e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."" @inspirandoluz

COMENTÁRIOS