Nesse trecho da participação de Leo Fraiman no programa Olga na RedeTv, ele fala que os pais precisam primeiro se respeitarem para obterem o respeito dos filhos. Confira abaixo a transcrição da fala de Fraiman.

Os maiores dilemas das famílias são: “Faço ou não faço? Deixo ou não deixo? Levo ou não levo? Compro ou não compro? Aceito ou não aceito?”. Para responder a essas questões, os pais devem, em primeiro lugar, se perguntar: “É bom para o meu filho, por exemplo, que ele escolha o que comer? É bom para a saúde dele que ele durma na hora que quer?”. O que não é bom deve ser exterminado; quem dá a palavra final são os pais.

Em segundo lugar, os pais devem se perguntar se tais atos são lícitos, se são saudáveis, se são o combinado e se são o que a escola espera. Se as respostas forem “não”, os pais não devem ceder, independentemente se o filho fizer birra ou manha. Em terceiro lugar, os pais devem se perguntar se eles próprios realmente querem fazer determinada coisa, se acreditam nela e se irão se autorrespeitar ao executá-la.

Filhos respeitam pais que se respeitam. Se estes não respeitam a própria saúde, orçamento etc., se colocam em uma posição desempoderada, como se fossem o “beta” e o filho (sem maturidade) o “alfa” do lar, o que se transforma num caos.

Uma esposa deve mimar o seu marido, o marido a esposa, e ambos devem ser firmes com os filhos para que estes entendam que o equilíbrio entre direitos e deveres gera cidadania e felicidade, enquanto o oposto disso é caos e infelicidade. Os pais devem, por exemplo, planejar viagens juntos e levar o filho, sendo para este um privilégio acompanhá-los – a finalidade da viagem só não pode ser satisfazer a criança, procurando comprar-lhe presentes, levando-a aonde ela quer etc. Quando os pais são empoderados, é um prazer para os filhos acompanhá-los seja aonde quer que vão.

O desastre nas famílias origina-se na síndrome do imperador, que é a falta de um planejamento e empoderamento dos pais.

Transcrição feita e adaptada pelo Provocações Filosóficas do vídeo: Síndrome do imperador: psicoterapeuta fala de crianças que mandam na casa – Programa Olga – Rede TV

Confira na íntegra: 

Leo Fraiman é psicoterapeuta, supervisor clínico e diretor da clínica Leo Fraiman de Psicoterapia e Gestão de Carreiras, também é especialista em psicologia educacional e mestre em psicologia educacional e do desenvolvimento humano pela Universidade de São Paulo (USP).