Ter a mente em equilíbrio para fazer aquelas coisas que você já sabe que são boas para você.


O que quer dizer isso? Por que as vezes não escolhemos o que é melhor?

Inline

De acordo com o sistema filosófico indiano, do qual o Ayurveda faz parte, a mente é tudo. E se apresenta em três estados:

Sattva

É o estado mais equilibrado. Se estamos equilibrados, teremos mais tranquilidade, maior discernimento.

Rajas

É um estado que também é necessário. É o movimento, a atividade. Temos que trabalhar, realizar, temos nossos deveres. Esse é o estado de agitação

Tamas

É o estado em que completamos o que estamos fazendo. Finalizar algo.

Por exemplo:

Você quer ler um livro.

Então primeiramente você irá escolher o livro que vai ler. Nesse momento você está num estado de sattva.

O segundo momento é a ação em si. Você vai comprar o livro ou vai tomar emprestado. Esse é o estado de rajas.

Finalmente, depois de certo tempo, você estará em estado de tamas. Vai finalizar esta ação. É o término dela.

Há pessoas no entanto, que seguem em estado de rajas, buscando continuamente sem descanso, a perfeição. E há aqueles sem atividade, sem ação, que vivem em estado de tamas. Dos três tipos, todos queremos o estado de equilíbrio, de claridade. Mas você pode estar em equilíbrio e em atividade.

Esse é um estado em que penso antes de comer qualquer coisa, aprecio a natureza, gosto de me comunicar com as pessoas, penso positivo, tenho sentimento de gratidão. É um estado que nunca há excesso dele mesmo.

Contudo, você pode estar num estado de excesso de rajas. Muito estresse, muito nervosismo, você reaciona, reage a qualquer coisa. Um estado de super excitação. Muitas vezes nesse estado, você ainda se alimenta de comidas mais picantes, álcool. O que só agrava o próprio estado em si.

Pessoas nesse estado estão sempre inquietas e podem estar agressivas. Não há boas decisões para a saúde. Sua mente não tem a capacidade de pensar claramente. Num estado de grande estresse, comer uma fruta, parecerá algo insípido. O organismo super estimulado, procurará sabores mais intensos.

No estado de tamas, a pessoa está sempre parada. Se sente pesada, com letargia. Muitas vezes são pessoas que comem mais enlatados, comidas congeladas. Nesse estado de energia tão baixa, a pessoa sente mais medo; também não haverá vontade de comer algo saudável, de estar em melhores lugares. Trata-se de uma mente congelada tal qual o alimento, sem vontade, sem atividade.

Quando você não se sente bem, a medicina moderna pode trazer um alívio através de um comprimido. No estudo da Ayurveda não funciona assim. Ayurveda fala de aprender sobre si mesmo, você tem a auto capacidade de sanação. Este é um termo de maior amplitude que a palavra cura. Você pode ter uma dor de cabeça frequente, tomar um comprimido e curar a dor naquele momento. A sanação envolve um processo mais amplo, onde percebo e interfiro na causa da dor, para que ela não mais apareça.

Saber como funciona a mente, que é a parte mais importante de nosso corpo, que dirige nossa vida e nossas emoções, é parte integrante do Ayurveda.

Todos queremos estar num estado natural de presença nas atividades e maior discernimento, para desfrutar melhor a vida.

Chris Buarque
Terapeuta holística Naturopata
Especialista em Ayurveda e Medicina chinesa
Professora em cursos de graduação e pós graduação de Naturologia e Yoga no Brasil, Argentina Chile e Uruguai.
[email protected]