“Amor é completamente diferente do sexo” por Flavio Gikovate

0
1638

Flávio Gikovate nasceu em 1943 e publicou 34 livros. Psiquiatra, dedicou-se à psicoterapia e tornou-se um dos mais conceituados e reconhecidos psicoterapeutas brasileiros. Para conhecer diversos livros do autor, clique AQUI.



Amor é paz e é interpessoal. Sexo é excitação e é essencialmente pessoal. O mais típico momento do sexo, o que corresponde ao orgasmo, é o mais solitário, ao contrário do que costumamos pensar: a excitação física é tão forte que ficamos totalmente voltados para ela, do mesmo modo que nos aconteceria se tivéssemos uma forte dor física. Não há lugar, nestas condições fisiológicas, para qualquer tipo de atenção ao outro. Talvez por isso preferimos o sexo com alguém que amamos, pois depois poderemos nos abraçar e nos aconchegar para atenuar a solidão que acompanha o prazer sexual máximo.

Inline