André Rodrigues e o livro “Sofia – a menina que gosta de Filosofar”

0
118

André Wagner Rodrigues é historiador e Mestre em Educação. Já lecionou em escolas públicas Estaduais e Municipais. Há dez anos, trabalha com a formação de futuros professores em Universidades privadas de São Paulo. Atualmente leciona na UNINOVE aos estudantes do curso de Pedagogia. Em 2014 recebeu o prêmio de Educação em Direitos Humanos, com o projeto “Relatos da Juventude” que desenvolveu na EMEF Carolina Rennó R. de Oliveira. O livro atual, intitulado “Sofia, a menina que gosta de filosofar” é o 5º livro do autor e é uma homenagem a sua filha que tem o mesmo nome da protagonista. Um livro que é um verdadeiro convite ao conhecimento de vários temas da História e Filosofia, com uma linguagem didática, envolvente e acessível…



Inline

Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário e filosófico?

Acredito muito no poder de transformação intelectual e humana que a Educação promove, por isso, sentia que poderia ultrapassar os limites de sala de aula, produzindo livros para divulgar o conhecimento da História e Filosofia que são as áreas de conhecimento que mais aprecio e estudo. O meu 1º livro é de 2009. A cada ano, percebia novos assuntos, temas e teorias renovarem as possibilidades de interpretação da realidade e, assim, sentia a necessidade de estudar e produzir cada vez mais. Acredito que a leitura deveria ser mais incentivada em nosso país, por isso, pensava em escrever textos mais acessíveis e envolventes que pudessem alcançar jovens e adultos. Essa é minha forma de contribuir para a formação de pessoas mais reflexivas, críticas e criativas…

Você é autor do livro “Sofia – A menina que gosta de filosofar”. Poderia comentar?

O Livro “Sofia, a menina que gosta de filosofar” apresenta uma menina de treze anos e adora perguntar sobre tudo. Com um incansável interesse pelo conhecimento e inegável prazer de viver, a garota adora aprender e faz dessa prática algo natural e muito divertido. É por meio de diálogos e reflexões que estabelece com os pais, parentes e amigos que Sofia traz à tona discussões bastante interessantes sobre temas como: “a descoberta do amor na adolescência, o ensino escolar tradicional, a vida após a morte, os limites da Liberdade, ideologia e alienação, questões de gênero e até mesmo sobre a corrupção, tema bastante presente em nossos dias”. As questões suscitadas por Sofia não se esgotam aí e conduzem-na a caminhos cada vez mais instigantes que nos atraem e também nos emocionam. É um livro que aposta na transformação de temas da Filosofia em diálogos que podem ser levados às nossas conversas cotidianas…

Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Os temas e assuntos do livro foram colhidos durante as minhas aulas para estudantes do Ensino Fundamental II na EMEF CAROLINA RENNÓ RIBEIRO DE OLIVEIRA em 2013 e 2014. Nesse tempo realizei um projeto chamado RELATOS DA JUVENTUDE com os estudantes dos 8º e 9º anos. A ideia era perguntar sobre conteúdos que não estão no currículo escolar. Os alunos eram estimulados a responder sobre “moda, costumes, música, bullying, corrupção, valores, paixão, ideologia, alienação, morte, etc” O resultado foi a produção de muitas informações que deram aos estudantes o 1º prêmio de Educação em Direitos Humanos entregue pela prefeitura de São Paulo. Esse material também serviu de incentivo para a criação de meu livro.

Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Para o filósofo Nietzche “Paixão é escravizar-se por vontade própria”. Mas para Sofia que está descobrindo esse sentimento, constata que “Paixão deve ser liberdade! Se for prisão, prefiro continuar sem gostar de ninguém”, preocupada com todas as consequências que podem vir com esse sentimento. Esse é um dos temas de maior destaque no livro. Apresentamos um diálogo sobre “Paixão na adolescência entre a protagonista Sofia e sua prima mais experiente no assunto, chamada Sarah. A grande questão quando estamos apaixonados é saber conciliar razão e emoção. O assunto filosófico de destaque nesse capítulo é a “essência humana”, aprendemos que somos seres racionais, mas ao mesmo tempo capazes de agir por impulsos, desejos, vontades. O importante é saber equilibrar tudo isso…
Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?
Para conhecer mais a obra, basta acessar o site: www.ameninaquegostadefilosofar.com.br ou a nossa fanpage: https://www.facebook.com/ameninaquegostadefilosofar/ em ambos existem informações de como adquirir o livro ou adotá-lo aos estudantes do Ensino Fundamental II e Médio.